banner - SBPC 2022
Voltar

COMUNICAÇÃO PÚBLICA E A SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A DEMOCRACIA E O PROGRESSO DA CIÊNCIA

Tipo:

Painel

Categoria:

Sênior

Local:

Remoto

Data e hora:

19:00 até 21:00 em 25/07/2022

video-thumbnail
A Comunicação Pública, mesmo com a sua indiscutível relevância social, cultural e educativa, enfrenta diferentes dificuldades relacionadas a aspectos como gestão, programação, financiamento e modernização, em diversos países do mundo. Especialmente no Brasil, a Radiodifusão de Serviço Público, sobretudo a partir de 2016, tem sofrido injunções de natureza político-partidária e ideológicas e sido constantemente tensionada/ameaçada por governos vigentes de direita e extrema-direita. Considerando a importância e a legitimidade constitucional da Comunicação Pública e o papel fundamental que este segmento desempenha para a Democracia e para o Progresso da Ciência, o painel temático proposto em parceria pelos Grupos de Pesquisa Laboratório de Políticas de Comunicação – LaPCom e Observatório da Radiodifusão Pública na América Latina visa ampliar o debate dessa temática com a apresentação e debate de questões analíticas do tipo: a) Como ampliar a independência dos meios de comunicação pública e manter sua relevância em um contexto de multiplicidade de meios de comunicação? b) Como a programação das emissoras públicas de rádio e TV podem contribuir no combate à desinformação, sobretudo em um ano político-eleitoral? c) Quais as principais contribuições e quais as perspectivas da Pesquisa em Comunicação Pública e em Políticas Públicas de Comunicação e de Cultura no Brasil? Ademais, o painel visa abordar e discutir experiências inovadoras e contributivas ao cenário da Mídia Pública brasileira, destacando a formação de redes, o protagonismo da Radiodifusão Universitária e articulações com experiências internacionais. Integram o painel, pesquisadores(as) de diferentes Instituições de Ensino Superior e Entidades Associativas: Prof. Dr. Elton Bruno Pinheiro (Coordenador da Proposta), Líder do Observatório da Radiodifusão Pública na América Latina – UnB/CNPq; Prof. Dr. Octavio Penna Pieranti, da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho; Dra. Mariana Martins de Carvalho, do Intervozes – Coletivo Brasil de Comunicação Social; Me. Flávio Silva Gonçalves, do Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia – IRDEB; Me. Juliana Cézar Nunes, do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal; e Prof. Dr. Fernando Oliveira Paulino, Coordenador do Laboratório de Políticas de Comunicação – LaPCom.

Pessoas


Fernando Oliveira Paulino

Fernando Oliveira Paulino

Universidade de Brasília

Doutor (2008, com estágio na Universidad de Sevilla) e mestre (2003) em Comunicação pela Universidade de Brasília (UnB). Professor em cursos de pós-graduação e graduação na UnB. Professor visitante da TU Dortmund (2020-2021) e da George Washington University (2022). Presidente da Federação Brasileira das Associações Científicas e Acadêmicas de Comunicação (SOCICOM), Vice-Presidente da Associação Latino-Americana de Investigadores da Comunicação (ALAIC), um dos fundadores e membros da Diretoria da Organização Interamericana de Defensoras e Defensores da Audiência e um dos criadores e pesquisadores da Cátedra UNESCO "Comunicación pública para la justicia social, los derechos humanos y el desarrollo territorial" (Comunic.ar). Bolsista de Produtividade do CNPq (Pq2). Pesquisador e Coordenador do Laboratório de Políticas de Comunicação (LaPCom-UnB), do Projeto Comunicação Comunitária e Cidadania (CNPq). Integrante do Projeto Comunicação e Democracia no Brasil e na Alemanha (CAPES/DAAD). Diretor da Faculdade de Comunicação da UnB entre 2015 e 2019. Entre 2018 e 2021, coordenou e foi um dos pesquisadores do Projeto Comunicação e Cidadania no Distrito Federal (UnB-MCTIC), do Projeto Comunicação, Mobilização Social, Educação e Acesso à Informação (FAP-DF). Um dos coordenadores do Termo de Cooperação EBC-UnB responsável por pesquisa sobre Comunicação Pública (2013-2015) e pelo programa "Rádio em Debate" (2009-2012). Diretor de Relações Internacionais da ALAIC entre 2014 e 2020, tendo sido coordenador do Grupo "Ética, Liberdade de Expressão e Direito à Comunicação" (2012-2020), um dos criadores e Coordenador Geral de três edições da Escola de Verão "Pesquisa em Comunicação na América Latina" (2013-2016) e integrante das Comissões Organizadoras das iniciativas em 2017, 2018, 2019, 2020 e 2021, integrante do grupo de trabalho ALAIC-ECREA e ex-diretor administrativo da entidade entre 2009 e 2014. Foi Diretor de Relações Internacionais da SOCICOM, 2018-2020, Responsável pelo Programa de Extensão de Ação Contínua "Comunicação Comunitária" (www.comcom.fac.unb.br) com atividades desde 2002, e membro fundador da Rede Nacional de Observatórios da Imprensa (RENOI, desde 2005, coordenador 2020-21). Coordenador Executivo da Comissão UnB.Futuro de 2012 a 2015. Foi gestor de Termos de Cooperação entre UnB e UA Ruhr, UnB e Communication University of China, UnB e California State University, Fullerton (EUA), UnB e Universidade do Minho e UnB e Universidade de Coimbra. Integrante da Coordenação do Fórum de Direito de Acesso a Informações Públicas (www.informacaopublica.org.br). Tem experiência em atividades de ensino, pesquisa e extensão ligadas a Políticas de Comunicação, Ética, Jornalismo, Comunicação Comunitária, Saúde e Mobilização Social, desenvolvendo os temas: mídia, ética, direito à informação, saúde, cidadania e responsabilidade social. Autor de artigos e livros científicos, dentre eles "Comunicação Pública em Debate: Ouvidoria e Rádio". Membro de entidades científicas: Intercom (desde 1997), SBPJOR (um dos seus fundadores em 2003), ALAIC (desde 2005), IAMCR (desde 2010), Ulepicc Brasil (desde 2012) e ICA (desde 2014). Pareceristas de revistas nacionais e internacionais. Jornalista e radialista, foi Ouvidor Adjunto da EBC entre 2008 e 2009. Um dos fundadores do Projeto de Pesquisa e Extensão "SOS-Imprensa" (www.unb.br/fac/sos), Coordenador Executivo da Comissão UnB 50 Anos entre 2011 e 2013 (www.unb50anos.com.br) e consultor na Universidade Solidária (1999-2014). Foi professor no Instituto de Educação Superior de Brasília, IESB (2001-2009), onde coordenou o curso de pós-graduação em Assessoria em Comunicação Pública (2007-2009). Membro da Comissão Organizadora da 1.ª Conferência Nacional de Comunicação (2009). Foi integrante do Conselho Diretor do Instituto de Estudos Socioeconômicos (INESC, 2004-2010) e fez parte da Comissão de Ética do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do DF (2001-2010).