banner - SBPC 2022
Voltar

AGRICULTURA SUSTENTÁVEL: UMA TRANSIÇÃO NECESSÁRIA

Tipo:

Mesa-redonda

Categoria:

Sênior

Local:

ICC - Anfiteatro 13

Data e hora:

16:00 até 18:30 em 25/07/2022

Esse simpósio discutirá melhorias atuais na agricultura, propiciadas pelas novas ferramentas de Biotecnologia.

Pessoas


Maria de Fátima Grossi de Sá

Maria de Fátima Grossi de Sá

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Pesquisadora Líder de Grupo de Pesquisas do EMBRAPA Recursos Genéticos e Biotecnologia (desde 1989), professora da Universidade Católica de Brasília (desde 2004), Pesquisador 1A do CNPq. Membro do Comitê Assessor Internacional da CAPES (desde 2007). Pesquisador 1A do CNPQ, Membro titular (Ciências Agrárias) da Academia Brasileira de Ciências (eleita em 2011), Membro da World Academy of Science - TWAS (eleita em 2014), Comendador da Ordem Nacional do Mérito Científico (2018). Presidente da Sociedade Brasileira de Biotecnologia – SBBIOTEC, Coordenadora da Área de Biotecnologia da CAPES e Membro Suplente do CTC-ES (2007-2014), Entre diversas honrarias, recebeu o Prêmio Scopus (Elsevier/Capes) em 2010. Tem experiência na área de Biotecnologia, com ênfase em Engenharia Genética Vegetal, atuando em temáticas, incluindo proteínas de defesa vegetal, proteínas inseticidas, interação molecular planta-praga, desenvolvimento de plantas GM para resistência a estresse biótico e tolerância a estresse abiótico. Desde 2017, vem atuando em projetos de pesquisa em parceria com o setor produtivo/ privado, com foco no desenvolvimento de produtos biotecnológicos.

Ruy de Araújo Caldas

Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz

Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Escola Superior de Agricultura da Universidade Rural do Estado de Minas Gerais, atual Universidade Federal de Viçosa(1964), , mestrado em Nutrição Mineral de Plantas pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da Universidade de São Paulo (1967) e doutorado em Bioquímica Vegetal / Cultura de Tecidos - The Ohio State University,USA (1970). Atuou como professor da USP, UnB, UFV,UFG e Universidade Católica de Brasília. Tem experiência em ensino e pesquisa na área de Bioquímica, com ênfase em Enzimologia e Metabolismo Celular, atuando também nas atividades de desenvolvimento industrial da área de Biotecnologia, em gestão de ciência, tecnologia e inovação, sobretudo na estruturação de programas de pós-graduação nas áreas de biologia molecular , ciências genômicas e biotecnologia.Com longa experiência na viabilização da relação universidade-empresa para o desenvolvimento da biotecnologia nacional.Tem contribuido na formulação de políticas públicas e execução de programas estratégicos iem ciência , tecnologia e inovação nos ambientes do CNPq, MCTI,CGEE e FAPDF.

Eduardo Delgado Assad

Eduardo Delgado Assad

Fundação Getúlio Vargas - Centro de Estudos do Agronegócio

Trabalhou 35 anos na Embrapa na área de climatologia e mudanças climáticas, o profissional possui formação acadêmica em Engenharia Agrícola, no Brasil e Mestre e Doutor em manejo e ciências da água no depto de Hidrologie Et Mathematique, Universidade de Montpellier na França em 1987. Foi pesquisador do INRA de Avignon e do CIRAD em Montpellier. Especialista em sensoriamento remoto pelo Centre National d´Études Spatiales em Toulouse. Foi Chefe de Pesquisa e Desenvolvimento do Centro de Pesquisa Agropecuária dos Cerrados, coordenador técnico nacional do Zoneamento Agrícola de Riscos Climáticos do Ministério da Agricultura, chefe da Embrapa Informática Agropecuária, coordenador da sub rede clima e agricultura da rede clima do MCT&I. Foi Secretário de Mudanças Climáticas do Ministério do Meio Ambiente. . Coordenou o IV Inventário Nacional de Gases de efeito estufa do MCT&I. Coordenador do componente segurança alimentar do INCT e mudanças climáticas do MCT&I. Atualmente é diretor técnico da R&D Consultoria, prof. do mestrado em agronegócios da FGV AGRo e pesquisador associado do CEPAGRI/UNICAMP.