banner - SBPC 2022
Voltar

CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA PARA O ESTUDO E COMBATE DA DESINFORMAÇÃO (SBP)

Tipo:

Mesa-redonda

Categoria:

Sênior

Local:

Remoto

Data e hora:

17:00 até 19:00 em 29/07/2022

Em ano eleitoral, cresce a preocupação sobre as Fake News e seus possíveis impactos no bom funcionamento do regime democrático. Considerando a importância do tema, a presente mesa-redonda vai apresentar contribuições da psicologia para o estudo e combate da desinformação. O primeiro palestrante irá discutir as bases filosóficas e psicológicas das Fake News. Serão apresentados argumentos da obra de Francis Bacon, em particular no Novum Organom, na qual se introduz a noção de ídolos, em alusão aos quatro grandes desafios a serem enfrentados na busca do conhecimento verdadeiro. O autor estabelece algumas conexões entre os ídolos identificados por Bacon no início da época iluminista com alguns construtos recentemente discutidos na moderna tradição de estudos sobre as heurísticas e os vieses. O segundo palestrante irá discutir os resultados de um conjunto de pesquisas sobre Fake News e crenças conspiratórias no atual contexto de polarização política no Brasil. Serão apresentadas evidências de alguns preditores das Fake News, bem como algumas consequências do seu endosso, sobretudo durante a pandemia. O último palestrante irá discutir sobre estratégias para aprimorar a capacidade de avaliar a confiabilidade das informações. Serão indicados comportamentos que podem ser desenvolvidos para a redução da probabilidade de endosso de Fake News.

Pessoas


João Gabriel Nunes Modesto

Centro Universitário de Brasília

Psicólogo formado pela Universidade Federal da Bahia (UFBa) com mestrado e doutorado em Psicologia Social pela Universidade de Brasília (PSTO-UnB). É Professor DES IV (Adjunto) da Universidade Estadual de Goiás (UEG), vinculado ao programa de mestrado em Gestão, Educação e Tecnologias. É também Professor Titular do Centro Universitário de Brasília (CEUB), vinculado ao programa de Mestrado em Psicologia. É ainda diretor da Sociedade Brasileira de Psicologia em sua segunda gestão (Biênios 2020-2021; 2022-2023) e membro do GT da ANPEPP Psicologia social e sua diversidade teórica e metodológica. Seus principais interesses de pesquisa envolvem a compreensão de comportamentos e atitudes sociais negativas (corrupção, radicalismo político, preconceitos, discriminação, bullying e outras formas de violência).

Gabriel Gomes de Luca

Gabriel Gomes de Luca

Universidade Federal do Paraná

Professor adjunto do Departamento de Psicologia e do Programa de Pós-graduação em Psicologia da Universidade Federal do Paraná (UFPR). É vice-chefe do Departamento de Psicologia da UFPR e editor associado da Revista Interação em Psicologia. Coordena o Projeto de extensão "Desenvolvimento de Senso-crítico", que desenvolve ações para capacitar pessoas a avaliar informações, dentre elas, o projeto "Avalie! Não seja Fake" (@naosejafake). Doutor em Psicologia, pela linha de pesquisa Análise do Comportamento em organizações, trabalho e aprendizagem, do Programa de Pós-graduação em Psicologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Obteve o título de Mestre em Psicologia em 2008, por essa mesma linha de pesquisa. Formado em Psicologia em 2006, pela UFSC. Tem realizado pesquisas sobre programação de contingências de ensino, análise comportamental de organizações, processos comportamentais complexos, avaliação de desempenho e análise comportamental de sentimentos. Profissionalmente, atuou como psicólogo clínico em consultório particular.

Marcos Emanoel Pereira

Marcos Emanoel Pereira

Universidade Federal da Bahia

Bacharel em Psicologia e Psicólogo formado pela Universidade Federal da Bahia (1983),concluiu o mestrado em Psicologia Social, sob a orientação do Professor Aroldo Rodrigues, na Universidade Gama Filho (1990), o doutorado em Psicologia, orientado pelo Professor Helmuth Krüger, na Universidade Federal do Rio de Janeiro (1996) e realizou estágio pós-doutoral, na Universidade Complutense de Madrid (2006/2007; 2013/2014)), trabalhando em colaboração com o Professor José Luis Alvaro, no St. Magdalene College, da Universidade de Cambridge, em colaboração com o Professor Brendan Burchnel e na Universidade de Estudos de Pádua, Itália (2014), em colaboração com o professor Luciano Gamberini. Professor Titular da Universidade Federal da Bahia, tem experiência na área de Psicologia Social, com ênfase em Relações Interpessoais e Processos Grupais, atuando principalmente no estudo de temas como os estereótipos, as crenças, a percepção social e os preconceitos. Coordenador do Laboratório de Estudos dos Processos Psicológicos e Sociais (LEPPS) da Psicologia da Universidade Federal da Bahia e leciona nos cursos de graduação , no mestrado e no doutorado em psicologia.