banner - SBPC 2022
Voltar

30 ANOS APÓS A RIO 92

Tipo:

Painel

Categoria:

Sênior

Local:

Remoto

Data e hora:

19:00 até 21:00 em 26/07/2022

video-thumbnail

Pessoas


Sergio Lucena Mendes

Sergio Lucena Mendes

Instituto Nacional da Mata Atlântica

Diretor do Instituto Nacional da Mata Atlântica (INMA/MCTIC). Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Espírito Santo - UFES (1982), Especialização em Primatologia (1984) e Mestrado em Ecologia pela Universidade de Brasília (1985) e doutorado em Ecologia pela Universidade Estadual de Campinas (1997). Foi pesquisador, Presidente do Conselho Científico e Diretor do Museu de Biologia Prof. Mello Leitão (IPHAN/MinC). É professor do Departamento de Ciências Biológicas da UFES desde o ano de 2000. Atualmente é Professor Titular, atuando no ensino, pesquisa e extensão na graduação e pós-graduação. Foi Coordenador do Programa de Pós Graduação em Ciências Biológicas (Biologia Animal) de 2013 a 2016. Exerceu o cargo de Presidente e atualmente é membro do Conselho Deliberativo do IPEMA - Instituto de Pesquisas da Mata Atlântica. Tem experiência na área de Ecologia, com ênfase em Biologia da Conservação da Mata Atlântica, atuando principalmente nos seguintes temas: conservação de mamíferos; mastozoologia histórica; ecologia e conservação de primatas; e biodiversidade e saúde. Coordena projeto de ciência cidadã abordando espécies ameaçadas da Mata Atlântica e a rede de pesquisa FAPES/FAPERJ/VALE sobre conservação de mamíferos ameaçados de extinção na Mata Atlântica do ES e RJ.

Carlos Minc

Ex-Ministro MMA

Professor-adjunto licenciado do Departamento de Geografia da UFRJ, obteve o mestrado em Planejamento Urbano e Regional pela Universidade Técnica de Lisboa (1978) e doutorou-se em Economia do Desenvolvimento pela Universidade de Paris I - Sorbonne (1984).Em seu oitavo mandato de deputado estadual, Carlos Minc (PSB/RJ) é recordista de aprovação de leis no Rio de Janeiro: 168 até agora. Defensor do socialismo libertário, luta por mais qualidade de vida e pela preservação ambiental, pelos direitos de cidadania, das mulheres, dos negros, dos homossexuais – combatendo o machismo, o racismo, a homofobia, a intolerância religiosa.Minc tem ação parlamentar voltada para outros temas, como segurança pública, saúde no trabalho, ética na política e fiscalização do orçamento estadual e de sua execução. Minc é defensor dos pescadores artesanais, catadores de resíduos recicláveis, rádios comunitárias, da saúde do trabalhador, de políticas democráticas de drogas e humanização da saúde mental.À frente do Ministério do Meio Ambiente, Minc criou parques nacionais e reduziu à metade o desmatamento da Amazônia; um feito histórico. E fez com que o Brasil passasse a contar com uma política e um fundo nacional de clima, com metas de redução das emissões de gases-estufa.Como secretário estadual do Ambiente, Minc conseguiu a aprovação de leis importantes, como a que instituiu o ICMS Verde, garantindo mais recursos às prefeituras que protegerem o meio ambiente, ao cuidar, por exemplo, do destino final do lixo e criar unidades de conservação.

José Goldemberg

Universidade de São Paulo

Doutor em Ciências Físicas pela Universidade de São Paulo da qual foi Reitor de 1986 a 1990. Foi Presidente da Companhia Energética de São Paulo (CESP); Presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência; Secretário de Ciência e Tecnologia; Secretário do Meio Ambiente da Presidência da República; Ministro da Educação do Governo Federal e Secretário do Meio Ambiente do Estado de São Paulo. Foi Diretor do Instituto de Física da Universidade de São Paulo; professor/pesquisador: da Universidade de Paris (França): Princeton (Estados Unidos); High Energy Physics Laboratory da Universidade de Stanford, EUA; Universidade de Toronto, Canadá e ocupante da ?Cátedra Joaquim Nabuco? da Universidade de Stanford (Estados Unidos). É Membro da Academia Brasileira de Ciências e Acadêmia de Ciências do Terceiro Mundo; Co-Presidente do Global Energy Assessment, sediado em Viena. É autor de inúmeros trabalhos técnicos e vários livros sobre Física Nuclear, Meio Ambiente e Energia em geral. Foi selecionado pela "Time Magazine" como um dos treze "Heroes of the Environment in the category of Leaders and Visionaries 2007". Recebeu o prêmio "Blue Planet Prize 2008" concedido pela Asahi Glass Foundation. Atualmente, Goldemberg é presidente da FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo).