banner - SBPC 2022
Voltar

ASSÉDIO INSTITUCIONAL NO SETOR PÚBLICO BRASILEIRO: AVANÇO DO AUTORITARISMO E DESCONSTRUÇÃO DO ESTADO

Tipo:

Painel

Categoria:

Sênior

Local:

Remoto

Data e hora:

19:00 até 21:00 em 25/07/2022

video-thumbnail

Pessoas


Maria Filomena Gregori

Universidade de São Paulo

Professora Livre-Docente do Departamento de Antropologia (UNICAMP, 2010), possui graduação em Ciências Sociais (UNICAMP,1981), mestrado em Ciência Política (USP, 1988), doutorado em Antropologia Social (USP, 1997), estudos de pós-doutorado no Departament of Anthropology (UNIVERSITY OF CALIFORNIA, Berkeley, 2001) e programa de visiting scholar na Columbia University (Nova Iorque, 2016). Atual Presidente da Associação Brasileira de Antropologia (ABA) para a gestão 2019-2020, foi Secretária Executiva da ANPOCS, eleita para esta função nos biênios 2010-2012; 2012-2014. Foi Diretora Regional da ABA no biênio 2006-2008, Coordenadora do Doutorado de Ciências Sociais (IFCH/UNICAMP, 2006-2009) é pesquisadora associada do Pagu - Núcleo de Estudos de Gênero (UNICAMP), sendo membro de seu Conselho Científico. Foi pesquisadora do CEBRAP (1986-1999) e sua Diretora Adminstrativa (1998-1999). Foi membro da Comissão Editorial da Revista Brasileira de Ciências Sociais (ANPOCS nos biênios 2003-2004 e 2008-2010). É também membro do conselho consultivo do Centro Latino Americano de Sexualidade e Direitos Humanos (CLAM), fazendo parte do Conselho Editorial da Coleção Sexualidade, Gênero e Sociedade (CLAM, desde 2004) e do Conselho Editorial da Contemporânea - Revista de Sociologia (UFSCAR, desde 2011). Proferiu palestras e ministrou cursos em universidades estrangeiras, entre as quais: University of California (Berkeley), Stanford University (California), Columbia University (Nova York), Princeton University, Universitat Rovira I Virgili (Espanha), Universitat San Martin e Universidad de Buenos Aires (Argentina), Universidad Peruana Caytano Heredia (Peru), Pontifícia Universidad Javariana (Colombia). É autora, entre outras publicações, dos livros: Prazeres Perigosos - Erotismo, Gênero e Limites da Sexualidade (editado pela Companhia das Letras, 2016 Menção Honrosa no Prêmio Melhor Obra ANPOCS de 2017), Cenas e Queixas - um estudo sobre mulheres, relações violentas e a prática feminista (Prêmio melhor dissertação de mestrado pela ANPOCS em 1989, editado pela Paz e Terra/Anpocs, 1993); Viração - experiência de meninos nas ruas (Companhia das Letras, 2000; Prêmio Alejandro José Cabassa de melhor livro na categoria 'Problemas Sociais'); em co-autoria com Cátia Aida da Silva Meninos de Rua e as Instituições (São Paulo: Contexto, 2000). Organizou as seguintes coletâneas: com Adriana Piscitelli e Sergio Carrara (orgs) Sexualidade e Saberes: convenções e fronteiras (Rio de Janeiro: Garamond, 2004); com Guita Grin Debert e Adriana Piscitelli (orgs) Gênero e Distribuição de Justiça: as delegacias de defesa da mulher e a construção das diferenças (Campinas: Pagu, 2006); com Guita Grin Debert e Marcella Beraldo de Oliveira (orgs) Gênero, família e gerações: juizado especial criminal e tribunal do júri (Campinas: Pagu, 2008). Já supervisionou quatro pós-doutorados, orientou nove doutorados e tem mais seis em andamento; orientou quatorze mestrados e tem mais um em andamento. Tem experiência na área de Antropologia, atuando principalmente nos seguintes temas: gênero, estudos de gênero, violência urbana e antropologia urbana.