banner - SBPC 2022
Voltar

O BICENTENÁRIO DE FRITZ MÜLLER

Tipo:

Mesa-redonda

Categoria:

Sênior

Local:

ICC - Anfiteatro 12

Data e hora:

16:00 até 18:30 em 27/07/2022

video-thumbnail

Pessoas


Mario Steindel

Mario Steindel

Universidade Federal de Santa Catarina

Possui graduação em Ciencias Biológicas pela Universidade Federal de Santa Catarina (1985) e doutorado em Parasitologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1993). Professor Titular de Parasitologia do Departamento de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia da Universidade Federal de Santa Catarina, ministrando a disciplina de Parasitologia em nivel de graduação. Professor e orientador no Programa de Pós-graduação em Biotecnologia e Biociências. Professor e e orientador no Mestrado Profissional em Propriedade Intelectual, Transferência de Tecnologia para Inovação - ProfNIT - Ponto Focal Florianópolis UFSC. Pesquisador 1D do CNPq. Membro do Comitê Assessor em Biotecnologia da Capes. Membro do Comitê de Inovação Tecnológica da UFSC. Conselheiro da SBPC. Membro fundador da ResNet NPND. Area de interesse em pesquisa: Parasitologia com ênfase em Protozoologia Parasitária Humana e Quimioterapia Experimental, atuando principalmente nos seguintes temas: Trypanosoma cruzi e doença de Chagas, Leishmanioses, Trypanosoma rangeli e Atividade tripanocida e leishmanicida de Produtos Naturais e Sintéticos.

Luiz Roberto Fontes

Luiz Roberto Fontes

Instituto Médico Legal de São Paulo

Graduado em Biologia pelo Instituto de Biociências da USP (1978), com títulos de Mestre em Zoologia (1981) e Doutor em Ciências na Área de Zoologia (1988) pelo mesmo Instituto. Graduado em Medicina pela Faculdade de Medicina da USP (1988), com especialização em Ginecologia e Obstetrícia (1991) pelo Hospital das Clínicas da FMUSP e em Medicina Legal (2001) pela FMUSP. Zoólogo especializado em cupins, grupo de insetos que estuda desde 1978, principalmente nos seguintes temas: taxonomia; biologia de pragas urbanas e rurais; diagnóstico e controle de infestação urbana e rural, com particular interesse em áreas e acervos de valor histórico, artístico, cultural, arquitetônico e arqueológico. Tamb&eac ute;m tem experiência em diagnóstico e controle de pragas urbanas em geral (de interesse domissanitário e em saúde pública), em manejo ambiental de área de transmissão de febre maculosa e em entomologia forense urbana. Médico ginecologista desde 1991 e médico legista do IML de São Paulo desde 2002; também atuou nos estudos sobre os imperadores do Primeiro Reinado (D. Pedro I, Dona Leopoldina e Dona Amélia) e no resgate dos remanescentes mortais do pai da História do Brasil, Visconde de Porto Seguro. Dedica-se à história da ciência, com ênfase no resgate da memória do naturalista oitocentista e pioneiro do evolucionismo darwinista no Brasil, Fritz Müller, tendo organizando a edição brasileira do livro Für Darwin (agora em 3ª edição), a 2ª e 3ª edições do livro O sábio e a floresta do jornalista Moacir Werneck de Castro, a exposição itinerante “Fritz Müller - Príncipe dos Observadores” e respectivo livro, além de quatro capítulos e 18 artigos científicos ou de divulgação sobre o naturalista. É autor ou editor de 9 livros, 22 capítulos e 132 artigos científicos e de divulgação da ciência e da cultura.

Ildeu de Castro Moreira

SBPC/UFRJ

Doutor em física pela UFRJ, é professor do Instituto de Física e de programa de pós-graduação em história das ciências, ensino de física e história da física na UFRJ, e em mestrado em divulgação científica (Fiocruz/UFRJ/MAST/JBRJ). Realizou estágios de pesquisa na França, na École Polytechnique e na Universidade de Paris VII. Trabalha nas áreas de física teórica (sistemas não-lineares), história da ciência, em particular história da ciência no Brasil, e comunicação pública da ciência. Foi chefe do Departamento de Física Teórica do Instituto de Física (UFRJ) em 1987. Foi editor científico da revista Ciência Hoje (1988/96) e membro de comitês editoriais de diversas revistas científicas e de divulgação. Foi membro da Equipe de Transição Governamental do Governo Federal, 2002, setor C&T. Coordenou a Comissão Executiva do Ano Mundial da Física (2005) no Brasil e foi membro da Comissão Interministerial do Centenário do Voo do 14 bis (2006). Coordenou a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de 2004 a 2012. Foi membro do Comitê Temático (2005-2007) e do CA de Divulgação Científica do CNPq (2008-2012). Pertenceu aos Conselhos da Sociedade Brasileira de História da Ciência (1990/1994), da Sociedade Brasileira de Física (1999/2003) e da SBPC (2003/2007) e (2011-2015). Em 2007 recebeu o Prêmio (Especialista) da RedPop - Red de Popularización de la Ciencia y la Tecnología en América Latina y Caribe. Foi membro do Conselho Nacional de Política Cultural (2009-2012) e do CTC da CAPES da Educação Básica (2010-2014). Em 2010 foi admitido na Ordem Nacional do Mérito Científico, classe de Comendador - Personalidade Nacional. Foi Diretor do Departamento de Popularização e Difusão da Ciência e Tecnologia do MCTI (2004-2013). Foi membro do Conselho Superior da CAPES. Em 2014, recebeu a condecoração Menção Honrosa Rio Negro do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA) e o Prêmio Mercosul de CT - Integração de 2014 (com equipe). Recebeu o Prêmio José Reis de Divulgação Científica e Tecnológica do CNPq em 2013. É Presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência - SBPC (2017-2019). Bolsista Produtividade do CNPq - 1C