banner - SBPC 2022
Voltar

CONTRIBUIÇÕES DAS CIÊNCIAS COGNITIVAS PARA A EDUCAÇÃO EM LÍNGUA PORTUGUESA: TEORIAS E PRÁTICAS

Tipo:

Mesa-redonda

Categoria:

SBPC Educação

Local:

ICC - Anfiteatro 13

Data e hora:

19:00 até 21:30 em 29/07/2022

Esta mesa-redonda aborda como Univeridades brasileiras têm contríbuido para o debate teórico e metodológico sobre os temas essencias para o desenvolvimento da literacia na educação básica, em contextos de alfabetização, leitura, escrita e ensino de gramática. Para isso, reune pesquisadores nas áreas de neurociências, psicolinguística e linguística formal de diferentes Universidades brasileiras. Durante a mesa, cada pesquisador irá aprensentar suas pesquisas, contribuições teóricas e aplicações práticas, evidenciando as formas segundo as quais essas pesquisas podem contribuir para a melhoria dos índices educacionais brasileiros.

Pessoas


Marcus Antonio Rezende Maia

Marcus Antonio Rezende Maia

Universidade Federal do Rio de Janeiro

Marcus Maia é doutor em Linguística pela University of Southern California - USC, (1994). Realizou estágio de pós-doutorado na área de Processamento da Linguagem como pesquisador visitante na City University of New York - CUNY (2003-2004). Atualmente é Professor Titular de Linguística do Departamento de Linguística e do Programa de Pós-graduação em Linguística da Faculdade de Letras da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Foi coordenador do Programa de Pós-graduação em Linguística entre 2010 e 2015. Representou o Centro de Letras e Artes da UFRJ no Conselho Superior de Pós-graduação (CEPG/UFRJ), por dois mandatos, entre 2009 e 2015. É bolsista de Produtividade em Pesquisa, nível 1B (CNPq/ 2020-2023) e foi Cientista do Nosso Estado (FAPERJ) no triênio 2015-2018. Foi professor visitante no Departamento de Línguas, Literaturas e Culturas e no Language Acquisition Research Center (LARC), da University of Massachusetts, Amherst, no primeiro semestre de 2012. Foi pesquisador visitante no Departamento de Linguística da Massey University, Nova Zelândia, em setembro/outubro de 2015 e no segundo semestre de 2017 (Programa de Estágio Sênior no Exterior - CAPES) e no Departamento de Espanhol e Português da University of Toronto, Canada, em novembro de 2015. Fundou e coordena o Laboratório de Psicolingüística Experimental (LAPEX), grupo de pesquisa da UFRJ, registrado no CNPq, em 2001. Coordenou o Grupo de Trabalho de Psicolingüística da ANPOLL no biênio 2006-2008. Organizou, em parceria com professores da UMass, a Conferência Internacional e a Escola de Altos Estudos Recursion in Brazilian Languages & Beyond, na UFRJ, com apoio da CAPES, CNPq e FAPERJ, em agosto de 2013, havendo uma seleção de trabalhos apresentados neste congresso resultado no livro Recursion Across Domains, publicado em 2018 pela Cambridge University Press. Membro fundador da Rede Nacional de Ciência para a Educação (Rede CpE). Membro do corpo editorial do Journal of Cultural Cognitive Science https://www.springer.com/journal/41809. Eleito como presidente da International Society of Applied Psycholinguistics - ISAPL, para o triênio 2021 - 2024. Atua nas áreas de Psicolinguística, Teoria e Análise Linguística e Línguas Indígenas Brasileiras, desenvolvendo pesquisas e orientando projetos sobre processamento sintático e lexical, sintaxe experimental, teoria da gramática, psicolinguística e educação, línguas indígenas brasileiras. https://ufrj.academia.edu/MarcusMaia

Janaína Weissheimer

Janaína Weissheimer

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Janaina Weissheimer possui graduação em Letras Português-Inglês pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (1999), mestrado em Linguística Aplicada pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (2002) e doutorado em Letras (Inglês e Literatura Correspondente) pela Universidade Federal de Santa Catarina (2007). Realizou estágio pós-doutoral (bolsista CAPES) no Kutas Cognitive Electrophysiology Lab na University of California San Diego (UCSD) de 2014 a 2015. É professora associada do Departamento de Línguas e Literaturas Estrangeiras Modernas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) em Natal, membro permanente do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem (PPGEL-UFRN), atuando na linha de pesquisa sobre Ensino e Aprendizagem de Línguas Estrangeiras, e colaboradora no Instituto do Cérebro da UFRN. Tem experiência na área de Psicolinguística, com ênfase em Aprendizagem de Inglês como Segunda Língua (L2), atuando principalmente nos seguintes temas: Memória Operacional e desenvolvimento de habilidades na L1 e L2, especialmente da fala, leitura e escrita e aprendizagem mediada por tecnologias digitais. Seus interesses atuais de pesquisa estão voltados para o estudo dos correlatos neurais e comportamentais da leitura, da dislexia e do bilinguismo através de estudos de eletroencefalografia e neuropsicológicos.