banner - SBPC 2022
Voltar

A POLÍTICA PARA RADIOFÁRMACOS NO BRASIL, QUALIFICAÇÃO DE PROFISSIONAIS E INVESTIMENTO EM INOVAÇÃO (SBBN)

Tipo:

Painel

Categoria:

SBPC Inovação

Local:

ICC - Anfiteatro 08

Data e hora:

16:00 até 18:30 em 26/07/2022

Os radiofármacos são medicamentos para diagnóstico e terapia, compostos por radioisótopos e fármacos. Para a produção dos radioisótopos, a CF 1988 estabelece o monopólio da União. O desenvolvimento dos fármacos abrange competências multidisciplinares, como Quimica, Farmácia e Biologia, e investimento em laboratórios compativeis com os padrões internacionais. O painel discutirá as dificuldades legais, financeiras e, sobretudo, de capacitação de recursos humanos, cujo planejamento exige uma politica de Estado comprometida com a sustentabilidade dos projetos de CT&I.

Pessoas


Silvia Maria Velasques de Oliveira

Silvia Maria Velasques de Oliveira

Comissão Nacional de Energia Nuclear

Graduada em Física pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com doutorado em Biologia (Biociências Nucleares) pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), especialista em Controle de Fontes de Radiação (Argonne National Laboratory/Chicago University), prestou consultoria para a Agência Internacional de Energia Atômica (IAEA) (1996-2001) em avaliação de segurança, regulamentos técnicos e bancos de dados. Professora do curso de graduação em Física Médica da UFRJ (2009-2013) e do Programa de Pós-Graduação (áreas de concentração: Física Médica e Biofísica das Radiações) do Instituto de Radioproteção e Dosimetria (IRD/CNEN) (2008-2016). Orientou e publicou estudos clinicos em terapias com radiofármacos em hospitais públicos do Rio de Janeiro. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL: Pesquisadora aposentada da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) (1986-2013); coordenou a área de licenciamento e fiscalização de instalações médicas e industriais da CNEN (1994-1999), introduzindo procedimentos operacionais para concessão de autorizações de instalações e certificação de supervisores de radioproteção, implantou bancos de dados e procedimentos para importações (Sistema de Comércio Exterior- SISCOMEX,1997) e organizou a divulgação da página oficial da CNEN (www.cnen.gov.br), otimizando a gestão da área. Participou da elaboração e/ou revisão de regulamentações técnicas e normas da CNEN e ANVISA. Tem experiência na iniciativa privada, onde introduziu procedimentos e treinamentos para uso da técnologia nuclear para inspeção de controle de qualidade em hidrelétricas, petroquimicas e calderaria pesada (1981-1986). DIVULGAÇÃO CIENTIFICA: Desde 2013, é Presidente da Sociedade Brasileira de Biociências Nucleares (SBBN), participando da organização de eventos promovidos pela FESBE e SBPC, às quais a SBBN é associada. Colabora com a divulgação científica de áreas multidisciplinares em Saúde, organizando cursos e revisando publicações. Organizou cerca de 30 eventos nacionais e internacionais patrocinados por agências de fomento. Em 2017, publicou o livro Aplicações da Energia Nuclear na Saúde (versões em Português e Inglês) destinado a estudantes do ensino médio.

Fabio Luiz Navarro Marques

Fabio Luiz Navarro Marques

Universidade de São Paulo

Possui graduação em Bacharelado em Ciências - Habilitação em Química, pela Faculdades Oswaldo Cruz (1991), Mestrado em Química Orgânica, pelo Instituto de Química - USP (1998) e Doutorado em Ciências, pela Faculdade de Medicina - USP (2007), na área de oncologia experimental. Profissionalmente atua como químico no setor de Radiofarmácia do Centro de Medicina Nuclear da Faculdade de Medicina da Universidade - USP (1994). Tem experiência na área de síntese orgânica e radiofarmácia, atuando nos seguintes temas: síntese de moléculas para obtenção de complexos de tecnécio-99m, preparação de radiofármacos de tecnécio-99m, e estudos de biodistribuição em modelos celulares e animais, desenvolvimento de metodologias analíticas para controles de qualidade de radiofármacos e de seus precursores.