banner - VIII FBLM/XIX EBEM

VIII Fórum Baiano das Licenciaturas em Matemática/XIX Encontro Baiano de Educação Matemática

Histórico dos Encontros Baianos de Educação Matemática

O Encontro Baiano de Educação Matemática (EBEM) teve início no ano de 1986, o segundo evento ocorreu em 1987, quando passa a ter periodicidade bianual a partir de 1988, a partir da fundação da Sociedade Brasileira de Educação Matemática (SBEM), que na Bahia se organiza por meio da regional SBEM-BA.

Na Bahia, a SBEM possui atualmente 11 núcleos, com Instituições Públicas de Ensino Superior, que possuem cursos de Licenciatura e/ou bacharelado em Matemática, abrangendo o interior do Estado, a saber: UESB (Núcleo de Vitória da Conquista e Núcleo de Jequié), UNEB (Núcleo de Senhor do Bonfim, Núcleo de Paulo Afonso, Núcleo de Caetité, Núcleo de Teixeira de Freitas, Núcleo de Alagoinhas), UESC (Núcleo de Ilhéus/Itabuna), UEFS (Núcleo de Feira de Santana), UFRB (Núcleo do Vale do Jiquiriçá) e o Núcleo de Salvador formado pelo Grupo EMFoco, que aglutina professores da Educação Básica. Essa organização permitiu a realização do EBEM, tanto na capital como no interior do estado, garantindo sua periodicidade, de acordo ao que pode ser visto no Quadro 1.

Quadro 1 – Histórico dos Encontros Baianos de Educação Matemática

Edição

Ano

Local

Instituição

Tema

I

1986

Salvador

UFBA

-

II

1987

Salvador

UFBA

-

III

1989

Salvador

UFBA

-

IV

1991

Salvador

UFBA

A Matemática de hoje

V

1993

Salvador

UCSAL

Educação Matemática e Cidadania

VI

1995

Salvador

UCSAL*

Perspectivas para o século XX

VII

1997

Ilhéus

UESC

Matemática: prazer em aprender

VIII

2000

Salvador

UCSAL

A Matemática nas descobertas

IX

2001

Feira de Santana

UEFS

Uma odisseia na Matemática

X

2003

Vitória da Conquista

UESB

Natureza, influências e perspectivas para a Educação Matemática no século XXI

XI

2005

Salvador

UNIJORGE

Matemática e Diversidade

XII

2007

Senhor do Bonfim

UNEB

Matemática e Inclusão Social

XIII

2009

Jequié

UESB

As    Tecnologias    da    Informação    e

Comunicação na formação do professor de Matemática

XIV

2011

Amargosa

UFRB

A Matemática e a formação para a cidadania

XV

2013

Teixeira de Freitas

UNEB

Educação Matemática    na     formação docente: um novo olhar

XVI

2015

Salvador

IFBA

Estabelecendo um diálogo entre saberes

(universitários e escolares)

XVII

2017

Alagoinhas

UNEB

Matemática, Cultura e Arte

XVIII

2019

Ilhéus

UESC

A sala de aula de matemática e suas vertentes

 

A iniciativa de organizar eventos dessa natureza no Estado tem o propósito de criar espaços de comunicação e intercâmbio entre os professores que ensinam Matemática em todos os níveis escolares. Trata-se de uma ação de grande importância na comunidade e o de educadores do estado, pois o evento busca proporcionar a socialização de pesquisas e experiências, bem como possibilitar o conhecimento de trabalhos desenvolvidos por colegas e pesquisadores, o que acaba, em última instância, por potencializar a prática pedagógica daqueles que participam do EBEM.

Nas diversas edições do EBEM, constata-se a participação de professores das diversas regiões da Bahia, bem como de outros Estados da Federação, o que indica o seu grau de abrangência e relevância. Visando assegurar a continuidade desse processo, a professora Irani Parolin Sant’Ana enquanto líder do Grupo de Pesquisa intitulado “Grupo de Estudos em Educação Matemática” GEEM, em parceria com o professor Claudinei de Camargo Sant’Ana coordenador do Núcleo da SBEM-BA, Vitória da Conquista/BA, apresentou a proposta para organizar e sediar a XIX edição do Encontro Baiano de Educação Matemática (XIX EBEM) e do VII Fórum Baiano das Licenciaturas (VIII FBL), na UESB campus de Vitória da Conquista. A proposta foi eleita pela maioria dos presentes na assembleia realizada no decorrer do XVIII EBEM e VIII FBLM, realizado em julho de 2019. Sendo assim, o VIII FBLM no dia 28 de agosto de 2021 e o XIX EBEM será realizado nos dias 21, 22 e 23 de outubro de 2021 sediados pela UESB campus de Vitória da Conquista, e ocorrendo em formato virtual devido a pandemia causada pela Covid-19, tendo por tema “Novos saberes: A Educação Matemática em tempos de pandemia”. A escolha do tema se deu pelo momento em que estamos vivenciando, um período de desafios para a Educação Matemática, visando dessa forma, discutir perspectivas para o enfrentamento de tais desafios, além de promover novas aprendizagens.

 

OBJETIVOS DO EVENTO

Geral

Propiciar um espaço de socialização dos resultados de estudos, de pesquisas e de experiências, pautado nas reflexões em relação ao conhecimento construído na área da Educação Matemática em especial os resultados que se referem aos conteúdos com foco no tema “Novos saberes: A Educação Matemática em tempos de pandemia”.

Específicos

  • Oferecer à comunidade científica de Educação Matemática do estado da Bahia e outros estados, as condições para apresentação e discussão da produção científica nas diversas tendências da área de Educação Matemática, excepcionalmente, aquelas que focam a sala de aula;

  • Promover o intercâmbio científico-cultural entre professores da Educação Básica e do Ensino Superior; bem como com os estudantes dos cursos de Licenciatura em Matemática e Pedagogia, a nível de graduação e pós-graduação;

  • Refletir sobre o ensino e aprendizagem de Matemática na sala de aula, em especial nos anos

  • iniciais e finais do ensino fundamental e ensino médio;

  • Refletir sobre o ensino e aprendizagem de Matemática na educação básica, dando especial

  • atenção à inclusão e a diversidade presentes na sala de aula de Matemática;

  • Refletir sobre a produção de conhecimentos situados na sala de aula, com vistas a levar contribuições significativas para a superação dos principais problemas no ensino e

  • aprendizagem de Matemática;

  • Contribuir com a formação inicial e continuada do professor que ensina Matemática, visando a qualidade do ensino e da aprendizagem de Matemática na Educação Básica no estado da Bahia e em outros estados brasileiros.

  • Discutir aspectos teóricos e metodológicos da pesquisa em Educação Matemática com foco na sala de aula, pretendo, sobretudo, romper a dicotomia entre teoria e prática, favorecendo, assim, que as pesquisas cheguem a sala de aula de matemática;

  • Gerar ambientes de socialização de experiências inovadoras para as aulas de Matemática nos

  • diferentes níveis e modalidades da Educação;

  • Aprimorar conhecimentos técnicos e científicos dos participantes por meio de mesas de

  • experiências, palestras, comunicações científicas e relatos de experiências

 

 

VIII FBLM/XIX EBEM Galoá

VIII Fórum Baiano das Licenciaturas em Matemática/XIX Encontro Baiano de Educação Matemática utiliza o Galoá para simplificar a gestão e aumentar o impacto do evento.

Precisa de ajuda sobre como organizar sua conferência? Agende um Horário