banner - VIII FBLM/XIX EBEM

Sobre o Fórum Baiano das Licenciaturas em Matemática (FBLM)

O Fórum Baiano das Licenciaturas em Matemática (FBLM) tem como abordagem dialogar acerca das contribuições dos cursos de licenciatura na formação de professores para a Educação Básica e Ensino Superior no estado da Bahia.

A Sociedade Brasileira de Educação Matemática (SBEM) em 2003 realizou o Seminário Nacional de Licenciaturas em Matemática, na Universidade Católica do Salvador – UCSAL criando um importante espaço de articulação, integração e debate da comunidade de educadores matemáticos, possibilitando assim, um espaço de discussões e elaboração de propostas para os Cursos de Licenciatura em Matemática no país. Para dar continuidade às discussões sobre essa temática, a Regional Bahia da
SBEM, promoveu o Fórum Baiano das Licenciaturas em Matemática em 2006, na Universidade Estadual de Santa Cruz – UESC, em Ilhéus, em parceria com as outras universidades estaduais (UNEB, UESB, UEFS e UCSAL), tendo como objetivo estabelecer, uma agenda de discussões acerca da formação do professor de Matemática.

Após quatro anos novas configurações e diretrizes foram propostas a nível nacional, o que despertou em investigar os diferentes cursos de Licenciatura em Matemática no país, face às políticas públicas da formação de professores para a educação básica. Diante dessa demanda a SBEM Nacional realizou em 2007 o II Fórum Nacional das Licenciaturas de Matemática na Faculdade de Educação na Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP, contando com a participação de cerca de 100 docentes e
pesquisadores de Instituições de Ensino Superior - IES, públicas e particulares, vindos de 21 unidades federadas.

O objetivo deste fórum foi avaliar como as diferentes Instituição de Ensino Superior-IES do país vem implementando o referido curso no cumprimento das várias resoluções emanadas do Conselho Nacional de Educação – CNE, em vigor até aquele momento, e, além disso, propor ações que pudessem contribuir com as políticas públicas de formação de professores onde a Bahia apresentou dados de seu primeiro fórum.

O grande marco do II Fórum foi a socialização do Parecer CNE/CP nº5/2006 e a notícia de aprovação no dia 5/12/2007, pelo CNE, do projeto de Resolução nº 9/2007 que dispõe sobre a reorganização da carga horária mínima dos cursos de Licenciatura para a formação em nível superior de professores dos anos finais do Ensino Fundamental, do Ensino Médio e da Educação Profissional.

A nova proposta apresentada pelo CNE altera diretamente a Resolução CNE/CP nº 002/2002, colocando em pauta a carga horária e a duração das Licenciaturas. As mudanças diminuem de 400 para 300 horas o estágio supervisionado, sem tecer considerações que justifique tais mudanças. A revogação integral
da Resolução CNE/CP nº 002/2002 sinaliza a possibilidade de cursos com duração menor do que três anos. A preocupação com a qualidade da formação de professores indica claramente que se abra tal precedente, em face da conhecida tendência para a redução do tempo de formação, que têm manifestado as instituições particulares e públicas mobilizadas, em excesso, pelo ditame da diminuição de custos financeiros dessa formação.

Os esforços provocados por milhares de cursos de Licenciaturas do país (3.436 em 2006 segundo sinopse do INEP-MEC) para atender as configurações propostas pelo CNE após 2002 foram desconsiderados. Os debates e as elaborações de novas propostas curriculares aprovadas em Conselhos Superiores, seguindo o modelo vigente até então, passam a ser questionados em virtude das novas regras propostas pelo CNE.

O II Fórum Baiano das Licenciaturas em Matemática na UNEB, Campus IX, Barreiras, teve como tema  “(Re)definindo os rumos para a formação de professores de Matemática na Bahia”. Em novembro de 2009, a SBEM-Nacional promoveu o III Fórum Nacional na cidade de Taguatinga – DF, desfiando as propostas e promovendo questionamentos sobre o novo desenho proposto para os cursos de Licenciaturas. Em 2010, foi realizado o III Fórum Baiano das Licenciaturas em Matemática que ocorreu na cidade de Caetité Bahia, tendo como objetivo analisar e discutir a qualidade da Formação nas  Instituições Baianas. A temática do evento apontou os aspectos norteadores das discussões. A partir da compreensão das concepções e práticas curriculares circulantes nos espaços acadêmicos buscou-se realizar um evento com professores e coordenadores de Colegiados das instituições baianas, públicas e particulares, para obter um retrato a partir da visão destes sujeitos.

Em 2012, com o propósito de analisar e discutir as contribuições da docência universitária para a formação do professor de matemática, em Senhor do Bonfim realizou-se o IV Fórum Baiano das Licenciaturas, possibilitando abrir uma discussão sobre a influência da docência universitária na formação do professor de matemática.

O V FBLM, realizado em 2014, no Instituto Anísio Teixeira na cidade de Salvador – BA teve como propósito articular diferentes comunidades, ou seja, Educadores Matemáticos do Estado da Bahia e Professores da Educação Básica.

O VI FBLM, realizado em 2016, na UNEB de Alagoinhas teve como tema principal: “Estabelecendo elos entre ensino, pesquisa e extensão na formação docente em matemática”.

O último Fórum Baiano das Licenciaturas em Matemática-VII FBLM foi realizado na UESC, em Ilhéus, como evento satélite do XVIII EBEM, teve como temática principal: “Parcerias entre instituições formadoras e escolas: repensando o ensino de Matemática”. No VII FBLM foi implementado o modelo de discussão em Grupos de Trabalhos. Foram seis Grupos de Trabalho: GT1 – Cálculo, GT2 – Estágio Supervisionado, GT3 – Álgebra, GT4 – Estatística, GT5 – Geometria e GT6 – Práticas.

VIII FBLM/XIX EBEM Galoá

VIII Fórum Baiano das Licenciaturas em Matemática/XIX Encontro Baiano de Educação Matemática utiliza o Galoá para simplificar a gestão e aumentar o impacto do evento.

Precisa de ajuda sobre como organizar sua conferência? Agende um Horário